O Lado Negro da Força – Porter x Stout

Foi com a Escola Inglesa que eu realmente me apaixonei por cerveja e mergulhei em todas as suas complexidades, amargores e dulçores. Vamos explicar as diferenças entre estes dois grandes estilos. Seja Porter ou Stout, se tem algo que me faz feliz falando de cerveja é uma boa e generosa dose de amargor, torra e notas de café e chocolate. 

stout-porter

Porter

Precursora do estilo Stout, a Porter foi a cerveja mais popular entre os séculos XVIII e XIX em Londres. É típica da Inglaterra, surgida fruto da prática de se misturar duas ou mais diferentes cervejas. O nome é relacionado aos trabalhadores portuários londrinos (porters) que trabalhavam duro e gostavam de matar a sede com boas quantidades de cerveja.

meantime_london_porter

Em 1722 um cervejeiro londrino criou uma especial versão que imitava o sabor de três cervejas muito populares, a Hardwood’s Entire que ficou popular como Porter e tornou-se o estilo mais popular dos pubs londrinos.

Características

As modernas Porters inglesas são cervejas Ales escuras e plenamente encorpadas, com um caráter torrado, porém mais suave e achocolatada que as Stouts. E a maioria delas possui traços marrom-avermelhados. Há um bom equilíbrio entre o amargo do lúpulo e o sabor e doçura do malte, e as leveduras contribuem com os aromas frutados. Em geral com cerca de 5% de teor alcoólico não são tão fortes quando podem aparentar mas são especialmente sedutoras.

Harmonização

Este estilo de cerveja tem sabores torrados suficientes para harmonizar com carnes grelhadas, hambúrgueres e carne de porco. E sem falar nas costelas grelhadas ou assadas que funcionam especialmente bem com as Porters. E claro, brilha ao lado de sobremesas que levam chocolate, especialmente se a intensidade do chocolate variar de sutil a média.

costelinha-de-porco-barbecue

Melhor ainda se o prato for feito com um barbecue de cerveja stout como este da Vila St. Gallen.

Dentro de seus sub-estilos temos:
  • Brown Porter – mais leve e adocicada com menos álcool e característica de torrefação;
  • Robust Porter – possui características mais densas, encorpadas e amargas;
  • Baltic Porter – tradicionais do Mar Báltico são menos amargas, mais claras e possuem mais álcool.

Stout

As cervejas do estilo Stout descedem diretamente das Porters. Este surgiu quando fabricantes de Porter começaram a produzir versões mais fortes e torradas que ficaram conhecidas como “Stout Porter” (Porter Robusta) e com o passar do tempo tornou-se simplesmente Stout.

stout

E raro o caso em que um estilo de cerveja tem uma identificação tão forte como uma cervejaria, assim como a Stout tem com a Guinness. Esta foi a grande responsável por colocar a Stout em evidência, quando passou a utilizar cevada crua altamente torrada que davam um marcante sabor de café expresso.

Guinness-Dublin

Irish Stout

Apesar de sua aparência vigorosa é um estilo bastante agradável, seca, estimulante e leve. De cor negra coroada por uma espuma densa, cremosa e clara, as Stouts são sempre sedutoras. Um robusto sabor de lúpulo, sabores torrados de café expresso e chocolate escuro. Neste caso o caráter lupulado é combinado com o amargor da torra do malte.

Mais sub-estilos de Stout:

  • Dry Stout – Encorpadas e cremosas, porém não muito alcoólicas, cor escura e aroma torrado;
  • Sweet Stout – Bem cremosas, espuma densa, adocicadas e levemente amargas;
  • Oatmeal Stout – Possui adição de aveia, preta e opaca com forte sabor de malte e aveia, amargor médio;
  • Russian Imperial Stout – Complexas com variadas quantidades de grãos torrados, sabor intenso e forte, rica em aromas e sabores de malte tostado, frutas secas, toffee, chocolate amargo e café expresso, e bem alcoólica. Harmonização passa por carnes fortes, trufas de chocolate, cheesecake e petit gâteau.
Wals-Petroleum
Um belo exemplo brasileiro de uma Russian Imperial Stout
Harmonização

Irish Stout é simplesmente perfeita com ostras. Sim, com ostras! O sabor seco, torrado e amargo da cerveja casa perfeitamente com a textura e sabores marinhos da ostra. Funcionam muito bem com presuntos curados e carne bovina na panela. Já as English Stouts são mais doces e achocolatadas, e um pouco mais sutis, perfeitas com sobremesas de chocolate. Quando o chocolate da sobremesa é mais intenso, puxamos uma artilharia mais pesada como uma Imperial Stout.

Double_chocolate

Aqui falamos de uma Stout com pitanga recém lançada pela 2Cabeças, a Rio de Colônia.

Então, que tal arriscar uma Porter ou Stout com seus amargores especiais, sabores de torra, chocolate, toffee, café e tantas outras notas bem intensas e características?

Come to the dark side!

Vai, conta aqui o que você achou disso

%d blogueiros gostam disto: