Grove Mill Sauvignon Blanc: Neozelândes elegante e ecológico!

Mill Grove apaixonadamente adota práticas sustentáveis na elaboração de seus vinhos,sendo a primeira vinícola, em 2006, a receber o título de emissão neutra de Carbono.

Quando pensamos em grandes vinhos de Sauvignon Blanc, normalmente nos vém o Vale do Loire, especificamente as regiões de Sancerre e Pouilly Fumé, tidas como as melhores na elaboração dessa casta, onde os exemplares são muito elegantes e delicados, com toques minerais e cítricos.

Mas a Nova Zelândia, vem correndo por fora, querendo o roubar pra si o status de melhor produtor da casta.

New Zealand
Áreas vínicolas da Nova Zelândia

E a Grove Mill, da prestigiada região de Marlborough, é um dos que contribui exemplarmente com esse trabalho com seu Sauvignon Blanc.

De cor amarelo bem claro, um palha quase papel, com um quase imperceptível reflexo verdeal, ele apresenta bastante aromas herbáceos, bem característicos da casta nessa região, acompanhado de notas de limão, melão, maracujá e feno recém-cortado. Em boca, acidez muito elegante e bem equilibrada com o álcool. De deixar quase vinho do Loire com inveja.

Grove Mill Sauvignon Blanc

 

Um curiosidade é a filosofia da vinícola, que desde seus primeiros plantios em 1988, pratica a  cultura natural sem pegada de carbono, vencendo vários prêmios ecológicos mundo afora.

Em 2006, A vinícola se tornou a primeira vinícola do mundo com emissão de carbono zero.

Excelente dica pros fãs da casta!

Vai, conta aqui o que você achou disso

%d blogueiros gostam disto: