Como pronunciar os nomes das uvas

Sabemos muito bem que o mundo do vinho é bem complexo, cheio de termos, expressões, abreviações e por aí vai. Mas chato, chato mesmo é você olhar um rótulo ou ler uma matéria sobre vinho e esbarrar em uma “Gewurztraminer” ou mesmo os nomes das uvas tintas mais comuns como Carménère ou das castas brancas como a Chardonnay que geram um trava língua danado.

Já passamos por isso e sabemos que ninguém quer acabar olhando para a cara do sommelier e optando por simplesmente apontar o nome do vinho na carta.

Então, seus problemas terminaram! Estamos aqui para te ajudar e explicar direitinho como se pronuncia o nome difícil das famigeradas uvas. E se tiver ou ficar com alguma dúvida é só nos perguntar aqui nos comentários, ok?

UVAS TINTAS:

Alicante Bouschet: Alicante Buchê

Barbera: Barbéra

Carbernet Franc: Cabernê Fran

Cabernet Sauvignon: Cabernê Sôvinhon

Carignan: Carinham

Carménère: Carmenér

Cinsault: Sanssô

Dolcetto: Doltiêto

Gammay: Gamé

Garnacha/Grenache: Garnátia/Grenache

Malbec: Malbéc

Mencia: Mência

Merlot: Merlô

Montepulcinano: Montepultiano

Mourvèdre/Monastrell: Murvédre/Monastrel

Nebbiolo: Nêbiolo

Nero D’Avola: Nêro dávola

Petit Verdot: Petí Verdô

Pinot Meunier: Pinô Meniê

Pinot Noir: Pinô Nuár

Pinotage: Pinotáge

Sangiovese: Sandiôvése

Syrah/Shiraz: Sirrá/Chirráz

Tannat: Taná

Tempranillo: Temprânío

Touriga Nacional: Tôriga Nacional

UVAS BRANCAS:

Albariño: Albarinho

Aligoté: Aligôtê

Chardonnay: Chardoné

Chenin Blanc: Chenan Blan

Furmint: Furmim

Gewurztraminer: Guevustramíner

Glera: Gléra

Muscadet: Muscadê

Pinot Blanc: Pinô Blan

Pinot Grigio: Pinô Grídio

Riesling: Ríslin

Sauvignon Blanc: Sôvinhon Blan

Sémillon: Semión

Torrontés: Torrontês

Verdejo: Verdêrro

Viognier: Vionhiê

Arneis: Arnê

Verdicchio: Verdíquio

Agora é só ler e praticar!

Vai, conta aqui o que você achou disso

%d blogueiros gostam disto: