Como montar uma Confraria?

Poucas coisas são tão prazerosas para quem ama vinho ou cerveja do que reunir os amigos para descobrir novos sabores, aromas e rótulos. Segue aqui um passo a passo sobre como iniciar uma Confraria de Vinhos ou Cervejas (e porque não ambos?) e curtir cada encontro aproveitando ao máximo o que as bebidas podem oferecer!

toast

Eu amo a ideia de confrarias e sempre digo que é a melhor forma de alguém conhecer a fundo sua bebida favorita. Não que alguém mais entendido vá ficar dando palestra e ensinando, mas o objetivo das confrarias é justamente de permitir que os confrades provem um grande número de rótulos e apreciem com mais consideração cada gole.

E já que você, caro leitor, está visualizando este post neste momento, imagino que queira saber como montar uma confraria para chamar de sua!

O passo a passo para montar uma Confraria

1 O primeiro passo é reunir os amigos que sejam apreciadores da bebida. Convide aqueles que você sabe que curtem apreciar o momento e que tem interesse em conhecer mais sobre vinhos e/ou cervejas;

2 Feito isso, o mais importante é chegar a um consenso sobre a periodicidade, a agenda da confraria. Estabeleça uma data fixa para os encontros, por exemplo: toda primeira terça-feira de cada mês ou um dia da semana (ou fim de semana se preferir) a cada 15 dias. O interessante é criar um vínculo na agenda de cada participante. Não fique esperando que todos consultem quando podem ou não, pois é capaz da confraria nunca sair do primeiro gole;

3 – Onde realizar o encontro: se puder ser realizado na casa de um dos confrades participantes, verifique se há necessidade de levar taças adicionais. Uma boa ideia também é o rodízio de casas para realizar o encontro, sempre acaba dando uma ajudinha (e estímulo) para quem mora mais longe. Uma boa alternativa (já fizemos isso) é cada um levar sua própria taça.

A taça ISO é a melhor taça para fazer degustação, seja a bebida qual for. Mas se você não tiver uma dessas não se preocupe, pode utilizar as normais mesmo.

TACA-COPO-CRISTAL-DEGUSTACAO-ISO

4 – Caso optem por marcar em um restaurante, verifiquem se a casa cobra serviço de rolha, se possuem taças adequadas, baldes de gelo, etc.

5 – Escolha sempre um tema a ser seguido a cada encontro, por exemplo:

  • Um país – Argentina, Chile, Portugal, Itália, França, África do Sul, etc. Cada confrade leva um rótulo que corresponda ao país escolhido;
  • Região/Estilo – “Vinhos de Bordeaux”, “Vinhos da Borgonha”, “Vinhos do Napa Valley”, “IPA’s Americanas”, “Stouts Inglesas”;
  • Uma uva – Cada confrade leva um rótulo de determinada uva não importando país ou região.

As ideias sobre temas vão vir conforme os encontros forem acontecendo. O legal é comparar como cada tipo de vinho/cerveja varia em determinada região.

6 – Estabeleçam uma faixa de preço para os vinhos ou cervejas, que caiba no bolso de todos. Se for vinho pode ser de R$ 40 a R$ 70,00, no caso da cerveja de R$ 15 a R$ 35,00. Os valores ficam a critério de vocês. Normalmente cada confrade leva uma garrafa, no nosso caso ainda tinha uma garrafa de vinho branco de entrada e o valor era rateado por todos.

7 – E claro, evento que envolve degustação de bebidas precisa ter algo para forrar a barriga também. Não precisa ser nada sofisticado, alguns pães, azeite, pastinhas, queijos são suficientes. Cada um pode levar uma coisa ou alguém compra e depois todos dividem. Se tiver um mestre cuca no grupo ainda melhor, podem até preparar refeições que harmonizem!

8 – Durante a degustação abram as garrafas e se quiserem comparem uma bebida com a outra, relatem suas impressões, prestem atenção ao conteúdo que está na taça. E também não importa emendar o papo com o futebol, um filme ou como foi a festa do fim de semana. O importante é o encontro e fazer dele algo divertido!

9 – ANOTE!! Faça o seu legado de degustação. Anote o nome do vinho ou cerveja, safra, produtor, país, tire fotos, enfim, o que vocês acharem melhor para criar seu acervo e principalmente, ter registrado o nome daquele vinho/cerveja incrível que você bebeu!

10. Torne este hábito um prazer, aquele tipo de evento que o faz aguardar com ansiedade pelo próximo.

Qual o material necessário?

Você não precisa ter tudo isso logo no início, mas se quiser saber quais materiais são importantes para ter uma confraria super equipada, segue:

• Saca-rolhas (se o vinho for muito antigo é necessário um extrator adequado, bem como uma pinça) ou abridor de garrafas para as cervejas;
• Decanter;
• Pano de serviço (guardanapo de pano);
• Corta-gotas para auxiliar no serviço do vinho;
• Taça para água (ou um copo de água tradicional);
• Taças ISO (padrão para degustação) ou tipo Bordeaux que atende bem todos os vinhos ou taça de vinho branco que também atende bem cervejas;
• Pão (ajuda a neutralizar a boca).

Dicas:

• Tentem ficar atentos as temperaturas das bebidas, se necessário utilize um balde com gelo.
• No ponto 9, se preferir, padronize uma ficha de degustação que contenha campos para nome do produtor, safra, tipo, nome de uva(s), região, país, sub-região e observações gerais, como análise visual, olfativa e gustativa. Se você tem aquele confrade que adora um excel, perfeito! Deixe com ele a tarefa de sempre atualizar a planilha da Confraria!
• Faça uma Degustação às Cegas! Basta envolver as garrafas com papel alumínio e ir provando os vinhos e fazendo os comentários, no final vem a surpresa dos rótulos provados!
• É muito importante não estar com estômago vazio ao ingerir qualquer tipo de bebida alcoólica.
Criem um nome ou até uma logo junto, isso dá mais força ao grupo!

Vai, conta aqui o que você achou disso

%d blogueiros gostam disto: