7 dicas para iniciar no mundo das cervejas especiais

De uns tempos pra cá houve um verdadeiro boom de cervejas especiais no mercado, seja ele em lojas ou bares e restaurantes. O problema é, você tem interesse em conhecer, tá ouvindo um monte de gente falar sobre mas não faz IDEIA de como ingressar nesse mundo. Seja provando uma cerveja boa, seja não torrando o salário em meia dúzia de cervejas.

Então, o que fazer?! Seus problemas terminaram! Vamos te ajudar com 7 dicas básicas sobre como ingressar no mundo das cervejas especiais.

Mas atenção! O Ministério Gourmmelier adverte: Pode ser um caminho sem volta meu amigo.

Dica Nº 1 – Beba Menos, Beba Melhor!

A primeira coisa que você tem que saber antes de sair provando todas as cervejas especiais que encontrar é: BEBA MENOS, BEBA MELHOR! Essa é a primeira coisa que aprendemos no curso de Sommelier de Cervejas. A ideia é ver um lado diferente de consumir cerveja, o lado que envolve menos bebedeira e mais prazer na hora de consumir. Recomendo que todos façam isso. Na hora de comprar aqueles packs das cervejas convencionais, opte por duas ou três garrafas de uma cerveja de qualidade.

bebamenosbebamelhor

Dica Nº 2 – Experimente!

Mergulhe, vá sem medo, prove, arrisque a torcer o nariz ou a encontrar um amor à primeira vista. Sei que é difícil entender aquele emaranhado de nomes complicados, se é Weiss, Porter, Dark Strong Ale ou Weizenbock. Mas a melhor dica é estabelecer um orçamento e sair colocando algumas no carrinho para experimentar. Se estiver em uma loja peça ajuda a quem estiver te atendendo. Aqui no blog sempre damos dica de cervejas na sessão O que bebemos.

IMG_20140830_155202
Minha primeira incursão ao mundo das cervejas especiais foi assim

Dica Nº 3 – No Supermercado, no Bar ou na Internet?

Ok entendi, mas e aí, por onde começo? Nos supermercados vemos cada vez mais prateleiras dedicadas à elas. Muitas vezes é lá que você encontrará os melhores preços. O Pão de Açúcar e o SuperPrix por exemplo vivem fazendo excelentes promoções. Já um bar especializado irá te oferecer uma experiência diferente, mais cômoda, muitas vezes com alguém para lhe orientar o que começar a beber e já te entregar a cerveja na temperatura certa para o estilo. Na Internet você pode também sair escolhendo sem rumo algumas cervejas lendo o que o site te diz, ou ainda assinar um Clube de Cervejas que irá selecioná-las para você e entregar na sua casa!

Dica Nº 4 – Encontre o seu estilo.

Claro que não é do dia para a noite que você vai entender como é cada estilo, mas vá experimentando e tente lembrar, ou melhor, tire foto dos rótulos que você gostar. Se preferiu aquela cerveja de trigo (como uma Paulaner), se o marcado amargor do lúpulo de uma IPA (India Pale Ale) como a Indica da Colorado te agradou, ou se a torra e amargor da Guinness fizeram a sua cabeça.

Este post pode te ajudar a entender mais sobre os estilos de cerveja: Os diferentes tipos de cerveja: Lager, Ale e Lambic

Red Ale, Trapista ou Witbier?

Dica Nº 5 – Nem estupidamente gelada, nem insuportavelmente quente.

Cervejas especiais são especiais mesmo e requerem atenção. Sei que é difícil enfiar um termômetro nelas pra saber se está na temperatura adequada então opte pelo caminho do meio, não as deixe nem esbranquiçadas de tanto que ficaram no congelador e também não precisa bebê-las após deixar só 20 minutos na geladeira. Faça uma média de 5 a 7ºC que tudo deve correr bem.

Dica Nº 6 – Não engula, desguste!

Chegou a hora de provar as famigeradas depois de tudo isso que eu disse acima. Então faça um esforço e comece o ritual, antes de beber cheire e sinta os aromas, não importa se você não reconhecer nada, apenas vá vendo como uma difere da outra. Coloque na boca e antes de engolir passeie com ela durante alguns segundos para ver a sensação que ela causa e ao engolir repare se ficou algum retrogosto, um amargor, um dulçor, algo que lembre torra ou mel e por aí vai.

Dica Nº 7 – Evite se tornar um Cervochato

Como eu disse, pode ser um caminho sem volta. A vida com puro malte é muito mais feliz para quem ama cervejas. E se você acabar mergulhando de cabeça eu suplico, não se torne um cervochato! Não fique falando mal da Brahma que seu amigo bebe, ou dizendo em alto e bom som que não bebe suco de milho e afins. Não é assim que você vai passar uma imagem legal delas e fazer um amigo seu experimentar uma cerveja diferente. Dê sua opinião de forma polida e ofereça uma cerveja diferente, mas não imponha a sua opinião como soberana e verdadeira. Há espaço para todas elas e devemos torcer para que as grandes cervejarias ampliem cada vez mais suas linhas de produção para as cervejas especiais!

Camera 360

Porque afinal… será a própria cerveja que irá recompensar a árdua jornada que você fez até chegar a ela. Saúde!

Vai, conta aqui o que você achou disso

%d blogueiros gostam disto: